Os Nossos Amigos

quarta-feira, outubro 27, 2004

Prós e contras da cesariana

  • É o único recurso quando o bebé está em situação transversa, ou seja, está atravessado no útero;
  • Implica menos problemas de incontinência urinária e de perda de tonicidade do pavimento pélvico;
  • Quando se planeia este tipo de parto, a mãe fica menos ansiosa e pode organizar melhor a vida familiar. Por outro lado, implica todos os riscos de uma cirurgia, nomeadamente hemorragia e problemas com a cicatrização;
  • O pós-parto é mais doloroso e incómodo;
  • Existem mais probabilidades de sofrer depressão;
  • Aumenta o risco de placenta prévia em futuras gestações.

E depois de ler isto... o que preferem as mamãs??

4 comentários:

doula disse...

Conheço mais de 50 desvantagens... aqui ficam duas importantes: maior probabilidade de problemas na amamentação e risco acrescido de problemas respiratórios do bebé, e na sua vida futura. bjinho

Lyrae disse...

Prefiro parto natural, a minha barriga já tem mau aspecto que cehgue por causa da cirurgia ao apendice, outra nem pensar.

C_de_Ciranda disse...

Bem... eu fiz uma cesariana porque teve de ser. Na altura queria ter parto natural, mas o coração da bébé começou a desacelerar a cada contracção que tinha, logo... Cesariana!

O pós-operatório foi muito chato, doloroso e incómodo, claro. A cicatrização foi super-hiper-ultra rápida, até os médicos ficaram espantados. De resto, A beatriz mamou até aos 11 meses, sem tomar uma única vez suplemento e, em relação à costura, confesso que tenho de fazer um esforço para a localizar. Para além de ser abaixo da linha púbica, mal se nota :)

Preferir? Não sei francamente... Como dizem os brasileiros "Quando chegou a altura, entreguei pra Deus!" :)

*** Ciranda

ma_ma do Gonçalinho disse...

Eu sempre preferi 100% o parto normal, no entanto fui obrigada a fazer a cesariana para ter o meu filho, pois ele encontrava-se em posição pélvica e ambos estávamos já muito desconfortáveis, por isso o médico recomendou a cesariana, de modo a não corrermos riscos nenhum dos dois.

Mas espero que o proximo filho que venha a ter possa ser de parto normal.

O pós-parto foi de facto muito doloroso, e demorado... A cicatriz quase não se vê... E o meu filho está óptimo felizmente!!!

Marta, mãe do Gonçalinho