Os Nossos Amigos

domingo, maio 14, 2006

Os riscos da toxoplasmose

Alimentos contaminados ou o contato com animais infectados, principalmente gatos, são os vilões: transmitem a toxoplasmose. E este parasita - toxoplasma gondii – é um inimigo das gestantes, já que é capaz de provocar aborto e parto prematuro. Pode também atravessar a placenta e se alojar nos tecidos do feto, causando malformações e danos no sistema nervoso central. É preciso, portanto, prevenir-se e ficar atenta para descobri-lo a tempo.


O que transmite a doença?

  • carnes cruas ou mal cozidas, provenientes de animais infectados;
  • água ou alimentos contaminados pelos cistos do parasita (quando o animal contaminado evacua ele elimina esses cistos, infectando a terra, os alimentos e outros animais);
  • contato das mãos com material contaminado (areia utilizada pelo gato ou a própria carne crua, por exemplo), se depois ela é levada à boca, antes de ser lavada
  • transmissão da mãe para o feto.


O que você deve fazer

  • quando mexer com terra ou areia, lembre-se sempre de usar luvas;
  • evite comer carnes cruas ou mal cozidas;
  • lave cuidadosamente os utensílios domésticos, frutas, legumes e verduras;
  • jamais toque nos alimentos antes de lavar as mãos.

E mais:


Evite estar em contato com gatos durante a gravidez. Quando não for possível, depois, lave bem as mãos com água e sabão. Importante: se você tiver um bichinho destes em casa, não toque na areia em que ele faz xixi. Peça para outra pessoa fazer isso por você.

Há laboratórios específicos para animais que realizam testes cuja finalidade é avaliar a contaminação do bicho pelo parasita. Se quiser ficar mais tranqüila, procure um deles.


De olho nos sintomas

São parecidos com os de um resfriado forte: febre, mal-estar, coriza, dor de cabeça e nos músculos. Além disso, surgem alguns gânglios (ínguas). Na dúvida, procure imediatamente seu obstetra. Pode não ser nada grave. No entanto, é mais seguro verificar. Na maioria das vezes, a pessoa infectada pode não apresentar sintoma algum. É por isto, para ter segurança, que logo no início da gestação, o obstetra pede um exame de sangue.

Importante: a toxoplasmose é perigosa para mães que foram contaminadas pelo parasita, pela primeira vez, durante a gestação. Quem já teve a doença anteriormente adquiriu imunidade e seu bebê não corre risco.

Como não existe vacina, antes de engravidar, é aconselhável fazer os exames IGG (detecta a imunidade ao parasita) e IGM (marca a infeção aguda pelo parasita);

Quanto mais cedo for descoberta, melhor. Seu médico indicará medicamentos adequados para tratar a toxoplasmose, diminuindo as chances de transmissão para o feto. Mas nunca tome estes remédios por conta própria, sem consultá-lo.

Por Lilian Luz

Consultoria: Dr. Carlos Dale, ginecologista e obstetra

7 comentários:

Ana Santos disse...

Olá,
Não estou imune à toxaplasmose e tenho 2 gatas e 1 gato.
O meu obstetra disse que não fazia mal eu fazer festas aos gatos visto eles fazerem as necessidades nas terras da vezinhança, não tenho areia de gato no quintal
beijinhos
ana e tesourinho + anjinho

lua disse...

Olá! Iniciei um blog e gostava de me juntar à lista! Obrigada! Beijo

Ana Luísa disse...

Olá PM.
Este texto está muito bom e esclarecedor.
Apesar de viver com 2 gatos (que nunca saem de casa) sou tudo menos imune à toxoplasmose... Até chamo aos meus gatos, na brincadeira, "seus toxoplasmosos ambulantes", LOL.
Nas 2 análises que fiz até agora não estava infectada mas apenas deixei de lhes limpar o caixote e de os deixar partilhar a minha comida :(
De resto, faço festas e tudo... Como não andam nunca na rua... 'Tadinhos...
Beijinhos

Mais Uma Estrela disse...

Olá P.M! Antes demais muito obrigado pela tua visita ao nosso cantinho! Desculpa só agora retribuir o comentário, mas eu venho aqui sempre só ainda n tinha escrito nada!
Eu estou na lista das mamãs q n tem barrinha de idade do bébé ... mas o meu blog tem a barrinha da idade...será q me podiam pôr lá no meio das barriguinhas? Muito obrigado! Um beijinho e muitos parabéns pelo V/ excelente blog!

Lisa_pt disse...

Olá!
Eu também não sou imune à toxoplasmose e vivo com um gato, que está plenamente convencido que eu sou mãe dele! eheheh
Segue-me para todo o lado, dorme ao meu lado, fica a observar-me enquanto tomo banho, faz-me companhia no sofá, etc, etc.!

O mito de que os gatos são os principais portadores de taxoplasmose, é isso mesmo, um mito! Também já escrevi um pequeno artigo no meu blog sobre isso e existe um excelente artigo sobre isso nesta página:
http://arcadenoe.clix.pt/article.php3?article=255

Leiam-no e desfrutem da convivência dos gatinhos (está provado que ajudam a aliviar o stress!), sem os menosprezar, porque é mais importante ter cuidado com a alimentação, pois se os nossos animais não andam na rua, não comem outros animais (como ratos e pássaros) a probabilidade de contrairem a doença é nula!

Joquinhas

Vida a 4 disse...

Olá,
Estou grávida (novamente) de 12 semanas, não estou imude à toxoplamose, mas sigo à risca todas as regras...
Criei um blog recentemente e gostava de ser incluida nesta lista.

Bjs

kika disse...

ola !
tambem não estou imune á toxoplasmose .
tenho tido todos os cuidados indicados pelo médico mas mesmo assim tenho muito medo .
bjs