Os Nossos Amigos

quarta-feira, julho 04, 2007

Infertilidade




Uma vez que em Portugal exite cada vez mais casos de infertilidade... e como infelizmente muito provavelmente faço parte deles... apartir de hoje este cantinho vai dar inicio a uma nova "rubrica"!!!




A ideia surgiu de uma grande amiga, que infelizmente também luta pela sua sementinha há uns aninhos, vamos passar a colocar aqui testemunhos na 1º pessoa de casos de infertilidade, alguns com sucesso em tratamentos... outros sem sucesso até a data!!!




São mulheres de garra, mulher com uma força maravilhosa, são exemplos para a nossa sociedade, juntas lutam pelos seus direitos... juntas criaram a API!!!




Espero que vos sejam muito uteis... porque nunca se sabe em que porta pode bater este problema... nunca se esta a espera... mas pode acontecer a nós, a um familiar, amigo, vizinho... nunca se sabe!!!!!




Mas nunca se esqueçam que a infertilidade não acontece só no sexo feminino... também existem muitos casos de infertilidade masculina!!!

Para todos os que estiverem interessados em dar o seu testemunho foi criado um novo mail para esse efeito o babyblogs.testemunhos@gmail.com , podem enviar o vosso relato, o vosso caso... a vossa esperiência, teremos todo o gosto em o tornar publico, em dar a conhecer a vossa luta... a vossa dor!!!!

Como este cantinho será sempre o BabyBlogs e para não o tornar num blog de infertilidade apenas... este testemunhos devem ser publicados em media um por semana, pelo menos é essa a nossa ideia por agora!!! Vamos ver como corre as coisas!!!


Assim começo com o relato da pessoa que deu a ideia... e que ficará responsavel pelos futuros testemunhos de infertilidade.... a nossa querida Clara!!!! A partir de hoje a Clara será colaboradora no BabyBlogs!!!!




Bem vinda Clara a bordo!!!! Obrigada por tudo!!!!










Aqui fica o testemunho da Clara... na 1ª pessoa:




Sou a Clara, casada há 8 anos. Desde sempre quisemos ter um filho, mas por vários problemas da vida, nomeadamente uma depressão da minha parte, fomos adiando. Em Setembro 2003, começamos a tentar engravidar, mas foi brutalmente interrompido por mais um grave problema de saúde, desta vez, do marido. Entre pesquisas, exames, medicações e afins, só quanto tivemos garantias de que a doença dele (Artrite Reumatóide) não iria ser hereditária, resolvemos continuar com os treinos, sem preocupações. Fomos um bocado traídos pela passividade da médica, quando a confrontamos com os meses de não cuidados e não resultados e disse-nos para só lá voltar passado um ano, altura pela qual, se não engravidasse, teríamos de começar a descobrir a origem do problema. Pois bem, o ano passou e em Abril/06 recorremos aos serviços dela para saber então, que poderia estar na origem do problema.
Aconselhou e bem, a meu ver, o meu marido a fazer espermograma e a mim simplesmente hormonais, numa primeira fase. Entre esperas de exames, resultados e consulta, concluiu-se que o meu marido sofre de oligozoospermia (severa) e que eu teria um descontrolo hormonal. Ficou acordado esperarmos pela consulta no HSO e não fazer qualquer estudo ou tratamento entretanto, visto no hospital começarem da estaca zero novamente.
Em Outubro/06, fomos à nossa primeira e ansiada consulta de infertilidade. Devido ao problema de saúde do meu marido, não sabemos sequer se a medicação que ele tem de fazer para combater/retardar a doença pode estar na origem do problema, pois ainda é experimental. Daí a nossa única escolha ser o HSO, pois terá de haver uma interligação muito grande entre a equipa que segue o meu marido e a equipa de infertilidade. Após exames e consultas, verificou-se, então, que apenas reside problema com o maridão. Se tem ou não a ver com a medicação que está a fazer, ainda não temos certezas, foi suspendida em Janeiro deste ano e após a consulta de 04/07/07 ficou decidido que podemos tentar até 09/01/08, pois há a possibilidade, mesmo que remota, de vir-mos a alcançar uma gravidez natural. Aguardamos que nos chamem para iniciar uma ICSI ou uma FIV, incialmente prevista para meados de 2007 (incrível que já passamos o meio do ano e nada, mas também queremos esgotar a possibilidade de ser espontânea, até porque vai servir de "modelo" para novos casos que possam surgir) é que iremos ter mais algumas luzes, a ver vamos, como tudo corre.

Onde nos vai levar, não sei... pelo menos ficamos a saber se é possível ou não realizar o nosso sonho e a que preço, sem interferir ainda mais com a saúde dele.
Espero contar com o vosso apoio pois a força vai e vem e as dúvidas são cada vez mais.

Um beijo e boa sorte para todas.
Clara

5 comentários:

Cláudia disse...

Parabéns!
Vamos ter mais gente a bordo...
Que bom...
Bom trabalho Clara...
Bjs

mumdream disse...

Quero desejar-te boa sorte para este novo "trabalho". De resto já sabes que estou aqui para o que der e vier.
Beijinhos

Clara disse...

Obrigada!

Agora conto com vocês também para pôr o projecto em marcha!

Já conto com 2 testemunhos!

Luna disse...

oi Clarita!
obrigado por essa iniciativa o meu já segui-o por mail, desculpa é os erros mas eu nisso sou pessima.
por isso já são 3 hehe
beijos
Luna

Costinhas disse...

Sempre aqui a torcer por vocês! :)

beijos