Os Nossos Amigos

segunda-feira, setembro 24, 2007

Testemunho da Carla Santos

Olá, acabo de ver o post que nos deixaram no Forum da API e então, cá vai o meu também. Desde já os meus parabéns pela vontade e persistência na dinamização do blog que está espectacular!

Chamo-me Carla (meu nick Carlagab e mais recentemente Carla Santos) e procuro a minha estrela desde Abril de 2004.
Depois de 4 anos de vida comum, dedicimos casar em Maio de 2004. Idealizava eu que era o momento certo para o nascimento de um filho: Casa nova, casamento à porta, alguma estabilidade no trabalho. Foi nesse momento que deixei de tomar contraceptivo e vivia intensamente este desejo de ser mãe. Na consulta pré-natal a gine, disse que estava tudo ok e que não stressasse que logo estaria grávida! Pois bem, o tempo foi passando e cada vez sentia mais profundamente o impacto da vida do período, bem como a pressão por parte dos amigos e familiares.
Mudei de ginecologista na altura que fiz 1 ano de tentativas falhadas. Nesta consulta o médico diagnosticou-me ovários micro-poliquisticos, mas minimizou o problema, dizendo que os micro-quistos, por si só não eram causa. SEguiram-se as primeiras análises hormonais e espermograma: Todo OK.
Nessa altura, o médico prescreveu-me Dufine e lá fui eu contente para casa. Nesta fase, começei a pesquisar tudo relacionado com a intertilidade e seus tratamentos na tentativa de perceber o que se estava a passar comigo e quais as alternativas que tinha. Percebi, que andava a tomar dufine sem monotorização ecográfica e cheguei a ser eu própria a chamar a atenção ao médico para esta questão! Lá me fez uma eco para me "calar" e mandou-me a treinos. Percebi que não valia a pena insistir e segui as suas indicações. Aumentei a dose e levei 4 meses na expectativa de conseguir o desejado positivo. NADA.
Então pensei que se calhar era mesmo eu que andava obssecada com o problema e decidi "esqueçer" datas, ciclos, ovulações... nada! Voltei a outra gine, que me quis prescrever novamente voltar à estaca Dufine e referia que aparentemente não tinha nada! Respondi-lhe que não, que o que eu queria era que me fizessem uma avaliação. A Sra. encaminhou-me então para o departamento de infertilidade do HDF. Aqui, só repeti análises hormonais (ok) e fiz uma HSG (também ok). Esperar 6 meses de consulta e não avançar rigorosamente nada, foi então que decidi marcar consulta numa Clinica de Infertilidade. A minha opção recaiu no IVI que estava abrindo portas em Portugal.
O meu percurso no IVI começou em Julho de 2006. Repeti novamente análises e para além dos ovários micropoliquisticos, descobriram-se anti-corpos anti-tiroideus elevados, apesar dos valores da tiroide estarem dentro dos valores de referência. Começei a ser medicada com Letter, fui a um endocrinologista que deu carta verde para avançar para os tratamentos de fertilidade.
Foi-nos proposto iniciar com ciclos de coito programado. Foram 3! Todos negativos. Seguiram-se as inseminações intra-uterinas. Ás primeiras 2 inseminações negativas, seguiu-se uma 3ª que foi canceladada, porque ovulei mais cedo.
Gostava de referir que sendo do ALgarve, optei por fazer as ecografias de controlo folicular num ginecologista em Faro e só na altura em que os foliculos tinham o tamanho ideal é que partia para Lisboa onde administrava o Pregnyl e se seguiam as Inseminações Intra-Uterinas. Ora, só nesta altura se confirmou o que já se desconfiava: o ginecologista do Algarve fazia mal a medição dos foliculos, o que fez com que os ciclos não tivessem sido potencializados!!!! Foram precisas 2 Inseminações e outra que não se chegou a realizar!!!! Já sem falar nos ciclos de coito programado, que talvez não tivessem surtido efeito...
Nessa altura tive que tomar a decisão de ser seguida desde a primeira à ultima ecografia em Lisboa. Assim foi! A Inseminação seguinte, correu lindamente, e segundo o médico tinha corrido tudo excelente: o resultado foi negativo!!! O mundo ficou de repente pequeno e fiquei sem saber o que fazer! Segui o conselho do médico e tentei mais outra inseminação... negativa. No total foram 4 e 1 cancelada.
Resta-me avançar para a FIV. De momento estou a fazer acupuntura e espero avançar para FIV no final do ano, Não vou desistir!
Força e coragem a todas.




A Carla é uma das moderadoras do fórum da API. Mais um exemplo de coragem e determinação. E neste fim de ano vamos torcer para que a Carla apanhe uma (ou duas) estrelas :)

2 comentários:

Carla Isabel disse...

Gostava muito de falar com ela...para lhe dar o contacto da Ava Clinic...acho que valia a pena ela tentar!

Bj
Carla

Clara disse...

Carlinha, basta ires ao forum da API e deixares mensagem, eu cá encarrego-me de lhe dar um toque também.